08/01/2021 às 15h50min - Atualizada em 08/01/2021 às 16h20min

Novas tecnologias podem favorecer a colangioscopia

Sistema digital viabiliza formas otimizadas de realizar a colangioscopia na rotina médica

DINO
https://endoscopiaterapeutica.com.br/

Os tumores ocorrentes nas vias biliares são considerados raros, e podem ser consequência de nódulos crescidos nos canais responsáveis por conduzir a bile do fígado até a vesícula biliar. A bile é uma substância fundamental no processo de digestão, auxiliando na dissolução das gorduras consumidas pelo ser humano.

Colangioscopia é fundamental no diagnóstico de tumores biliares

A colangioscopia peroral é um exame utilizado pela medicina há décadas e, até recentemente, alguns elementos limitantes dificultavam a realização do procedimento de forma rotineira em clínicas especializadas.

Nesse sentido, o diagnóstico de tumores das vias biliares se tornou um verdadeiro desafio, e o desenvolvimento de novas tecnologias está sendo fundamental para o aprimoramento da colangioscopia.

Desenvolvimento do sistema SpyGlass DS® viabilizou a colangioscopia na prática diária das clínicas
O diagnóstico de tumores e câncer (neoplasia maligna das vias biliares) sempre foi bastante desafiante. Dessa forma, a colangioscopia é um exame realizado com o intuito de permitir biópsias intraductais, ainda que a acuidade do diagnóstico seja limitada.

Com o desenvolvimento da colangioscopia peroral, foi possível melhorar a acessibilidade das vias biliares, ainda que a visibilidade continuasse reduzida. Mais recentemente, o sistema SpyGlass DS® proporcionou a melhoria significativa da visualização direta, além da possibilidade de biópsias dirigidas, otimizando muito a acuidade do diagnóstico.

Novo SpyGlass DS® é um sistema de colangioscopia totalmente digital

O sistema SpyGlass DS® (Boston Scientific, Marlborough, Massachusetts) de colangioscopia começou a ser introduzido na área médica em 2007, passando a facilitar o processo de diagnóstico de tumores das vias biliares. Na época, era utilizada uma sonda óptica acoplada a um cateter descartável, com a possibilidade de inserção pelo canal de trabalho de um duodenoscópio, passando por toda papila.

Ainda que isso tenha representado melhoras significativas quanto à usabilidade do exame e a otimização das imagens nos resultados, o sistema ainda apresentava diversas limitações acerca da qualidade das figuras (aquém do ideal) e da durabilidade da sonda.

Em 2015, o novo SpyGlass DS® foi desenvolvido para ser o primeiro sistema totalmente digital de colangioscopia, o que revolucionou a prática do exame, fornecendo resolução de imagem otimizada, além de maior versatilidade, viabilidade do uso de acessórios e a capacidade de corrigir as deficiências dos problemas existentes na versão anterior.

Nesse sentido, o SpyGlass DS® de 2015 corrigiu a maior parte das limitações presentes até então. O novo sistema consiste em um dispositivo com ergonomia e qualidade de imagem acima do alcançado previamente, além de ser um dispositivo descartável com configuração.

Conteúdos de relevância sobre a colangioscopia podem ser acessados pela Internet

A colangioscopia é um exame de extrema importância para o diagnóstico de tumores das vias biliares e, graças ao novo SpyGlass DS®, os profissionais da saúde passaram a incorporar a sua realização de forma mais rotineira. Além de obter todas as informações sobre o sistema, os médicos devem estar em concomitância com as principais informações sobre os exames do trato digestivo.

De acordo com o Dr. Bruno da Costa Martins, editor-chefe do site Endoscopia Terapêutica e presidente do Ceadi, hoje, é possível que os profissionais de saúde acessem o "portal de conteúdo para que médicos da área possam estudar, tirar suas dúvidas, aprender e trocar experiências. Agora, eles também poderão enviar seus casos e artigos para a publicação no site. Um grande diferencial é a linguagem menos formal e rigorosa da nossa plataforma em comparação a revistas internacionais, o que facilita a compreensão para os leitores".



Website: https://endoscopiaterapeutica.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »