16/11/2020 às 15h48min - Atualizada em 17/11/2020 às 00h20min

Piscinas praia: isolamento social aumenta busca por conforto em casa

Com o crescimento do número de brasileiros trabalhando home office, a busca por itens que aumentam o conforto de casa subiram significativamente e as piscinas praia são o novo sucesso.

DINO
https://www.piscinabeach.com.br/
Piscina praia

Segundo um levantamento da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), só na semana entre os dias 20 e 26 de setembro de 2020, cerca de 8 milhões de brasileiros estavam trabalhando em home-office. E não para por aí: a tendência é que, após a pandemia, boa parte das empresas adotem um regime de trabalho híbrido — que varie entre casa e escritório.

Ou seja, o brasileiro tem ficado mais em casa que o normal e a tendência é que isso se mantenha pelos próximos anos. Diante dessa realidade, nada mais justo que buscar formas de se sentir cada vez mais confortável dentro de casa.

É com esse pretexto que termos como “casa com piscina” têm tido um aumento significativo em buscadores como o Google, desde março, no início da pandemia da Covid-19. E neste contexto, a novidade da vez são as piscinas praia, que têm o poder de dar uma sensação de férias, mesmo no meio da semana e no próprio quintal de casa — desejo de muitos durante o isolamento social.

Grandes atrações em hotéis e resorts no mundo todo, as piscinas praia agora também podem ser uma realidade em nossos quintais e condomínios. Também chamadas de piscinas de areia ,e até mesmo praias artificiais, as piscinas praia são uma solução alternativa para os que buscam se refrescar em ambiente com ar mais natural. É uma verdadeira minipraia — com pedras, areia e, muitas vezes, uma cascata própria.

De acordo com profissionais da área, as piscinas deste tipo têm vantagens que podem ser interessantes para o momento de convivência em família. “Como o aumento da profundidade é mais gradativo, jovens, crianças e idosos podem aproveitar juntos num mesmo espaço, o que é difícil com um modelo tradicional”, afirma Ricardo Cheles, proprietário da Piscina Beach, empresa com mais de 10 anos de atuação no ramo de piscinas de areia. “Isso sem falar no visual, que dá a sensação de que você está realmente numa praia paradisíaca, a centenas de quilômetros da cidade grande”, complementa Cheles.

Como funcionam as piscinas de areia

É normal ficar com alguns pontos de interrogação na cabeça após conhecer as piscinas praia, afinal, elas ainda são consideradas uma novidade na arquitetura residencial. Um dos pontos que mais geram dúvida é a areia da piscina: ela é misturada a resinas e compactada, resultando numa fórmula antiderrapante, prática e segura para a família.

Outro aspecto importante de ser mencionado é o design, já que o cliente tem uma liberdade maior em relação a uma piscina tradicional. Ele pode escolher o tamanho, formato, cor da areia, diferentes profundidades, pedras, plantas e outros elementos. Dá para se inspirar no mar do Caribe, Bora Bora, Fernando de Noronha ou qualquer outra praia que deixou aquele gostinho de quero mais.

Dessa forma, a piscina que terá em casa é única e personalizada para a família. E, quem sabe, não é uma oportunidade de recriar sua praia favorita no quintal de sua própria casa?

O modelo, decorado e totalmente exclusivo tem atraído a atenção e preferência de arquitetos, hotéis e resorts, afinal as novas alternativas e conceitos são capazes de proporcionar novas experiências, de prazer, aconchego e bem-estar aos seus clientes.

Seguindo ainda essa proposta, é possível criar lagos artificiais e transformar imóveis residenciais ou comerciais em verdadeiros paraísos.



Website: https://www.piscinabeach.com.br/
Notícias Relacionadas »
Comentários »