20/08/2020 às 11h02min - Atualizada em 20/08/2020 às 12h21min

Piscinas naturais brasileiras para curtir com a família

O Brasil conta com muitos lugares encantadores para conhecer.

DINO
https://www.clubecandeias.com/

Em meio à atual pandemia de Covid-19, o Coronavírus, ainda não é possível viajar em segurança, mas este momento voltado para o cuidado com a saúde e com a vida não impede o planejamento de viagens futuras.

Para as famílias que não veem a hora de colocar o pé na estrada juntos de novo, uma boa pedida para depois do isolamento social é, com certeza, conhecer as piscinas naturais do país. São diversas opções espalhadas Brasil afora e, para ajudar na escolha, tem-se abaixo uma listagem com sete delas:

1. Porto de Galinhas, Ipojuca, Pernambuco: as piscinas naturais do famoso distrito localizado na cidade de Ipojuca, no litoral sul do estado, formam-se por entre os majestosos arrecifes de corais em tempos de maré baixa. É possível mergulhar por entre os peixes nativos e coloridos que se alimentam bem próximo aos turistas e passear de jangada. Sob qualquer ângulo, as paisagens são de tirar o fôlego.

2. Maragogi, Alagoas: Maragogi está localizada em uma Área de Proteção Ambiental (APA), o que garante um visual indiscutivelmente belo e bem preservado. Quantos às piscinas naturais, é possível visitá-las em três pontos diferentes dentro da cidade: Taocas, Barra Grande e Galés - todas são excelentes, seja para relaxar, contemplar espécies marinhas ou mesmo praticar algum esporte, como é o caso do stand-up paddle.

3. Piscina do Cachadaço, Vila da Trindade, Paraty, Rio de Janeiro: localizada a menos de vinte e cinco quilômetros do centro histórico de Paraty, a Piscina Natural do Cachadaço é bastante rasa (cerca de um metro de profundidade) - o que faz dela uma excelente opção para a família toda - cercada por vistosas pedras e povoada por uma abundante vida marinha.

4. Gruta do Lago Azul, Bonito, Mato Grosso do Sul: 150 metros de trilha pela mata mais a descida de uma escadaria revelam um dos cartões-postais mais surpreendentes e conhecidos de Bonito, a 20 quilômetros de distância do centro da cidade. O esforço vale a pena: o lago, que mais se parece mesmo uma piscina, possui águas de origem ainda desconhecida, coloridas de um azul muito próprio e com, estima-se, noventa metros de profundidade.

5. Lagoa do Paraíso, Jericoacoara, Ceará: em meio aos seus tons de azul, a Lagoa do Paraíso é um verdadeiro espetáculo natural. Por lá, vale deitar em uma das redes que ficam dispostas na parte mais rasa das águas e conhecer os restaurantes locais à beira mar.

6. Lagoa Azul, Presidente Figueiredo, Amazonas: já que o assunto é piscinas naturais, a região norte não poderia mesmo ficar de fora da lista. Presidente Figueiredo, uma das cidades mais bonitas do Amazonas, é conhecida como "Terra das Cachoeiras" e abriga a Lagoa Azul, na comunidade intitulada Nova Esperança, longe de Manaus cerca de duas horas. Lá a piscina natural não é tão profunda, possui menos de três metros e costuma estar aberta à visitação entre os meses de fevereiro e agosto.

7. Ilha Grande, Angra dos Reis, Rio de Janeiro: Ilha Grande é a maior ilha dentre as muitas de Angra dos Reis e está recheada de lagos e lagoas de águas muito claras. Uma das principais atrações é justamente mais uma opção nacional de Lagoa Azul, na região de Freguesia de Santana, com suas águas de um belíssimo azul cristalino.

O Clube Candeias é o maior clube de viagens do mundo e seus associados contam tanto com unidades próprias no Brasil quanto com uma vasta rede integrada de hospedagem mundo afora, tudo isto a preços imbatíveis. E não para por aí: são muitas as vantagens, como por exemplo, um atendimento cinco estrelas exclusivo a serviço dos associados do ato da reserva até o final da viagem.

Mais informações em https://www.clubecandeias.com/



Website: https://www.clubecandeias.com/
Notícias Relacionadas »
Comentários »