05/08/2020 às 08h45min - Atualizada em 05/08/2020 às 10h16min

6 atrações ecológicas para curtir na reabertura de Campos do Jordão

Destino já flexibilizou a abertura de atrativos turísticos. Abaixo alguns que não podem ficar de fora em um roteiro pela região.

DINO
http://quebranoz.com.br

Marcada pelo relevo das montanhas, clima ameno, o cheiro das araucárias e, claro, inúmeras cidadezinhas cheias de charme, a Serra da Mantiqueira é um dos destinos preferidos quando o assunto é viagem.

E é por lá que está Campos do Jordão. Destino de inverno já consolidado e disputado, não faltam atrativos para curtir por toda a cidade. Inclusive, o município já deu o primeiro passo e está retomando gradualmente o turismo. Devido à flexibilização do comércio, as lojas abrem de segunda à sexta, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 13h às 17h. Os restaurantes estão atendendo somente por delivery e os hotéis e pousadas estão atendendo com apenas 40% de sua capacidade para garantir tranquilidade e segurança aos frequentadores.

Com 1.639 metros de altitude, Campos do Jordão leva o título de cidade mais alta do Brasil. Graças a esse número, as atrações nas alturas são ainda mais bonitas e prometem tirar o fôlego de qualquer. Um dos destaques é a Pedra do Baú, que apesar de estar localizada na vizinha São Bento do Sapucaí, tem melhor acesso por Campos. O complexo rochoso tem mais de 1.900 metros de altura e é formado por três morros: a Pedra do Baú, o Bauzinho e Ana Chata. Para chegar até lá, é necessário completar uma trilha que leva cerca de 1 hora. Depois, é só curtir a paisagem.

Outro point que não pode ficar de fora em qualquer visita pela região, é o Pico do Itapeva. Com 2.030 metros de altitude, é o local onde pode se avistar as 15 cidades do Vale do Paraíba. O acesso é feito pela estrada que liga Campos do Jordão a Pindamonhangaba. O mirante está aberto diariamente, das 9h às 17h.

Pouco antes do Portal de Campos do Jordão está a Vista Chinesa, também conhecida como Belvedere. Ela é o primeiro ponto turístico para quem chega à cidade e está situada na Rodovia SP 123. De lá, é possível apreciar as belezas naturais do Vale do Lajeado. O melhor horário para fazer a visita é no final da tarde, já que o pôr-do-sol é a atração principal para contemplar.

Principal atrativo de Campos e um dos pontos turísticos mais visitados, o Parque Amantikir Garden reúne 22 jardins em uma área de 35 mil m² e conta com mais de 600 espécies de plantas. Além dos labirintos naturais, mirantes e rotas de flores, o local conta com uma linda casa da árvore, que permite cliques incríveis tanto da parte interna quanto externa.

A Vila Capivari, ponto central da cidade, é onde se reúnem as principais atrações turísticas de Campos do Jordão. Prédios instagramáveis, bons restaurantes, construções históricas e ótimas opções de compras se reúnem em um só lugar. Ali pertinho, o Morro do Elefante oferece uma das mais belas vistas de toda a cidade, que pode ser aproveitada no bondinho ou no mirante.

Onde ficar

O Hotel Quebra Noz está localizado a menos de 400 metros da área mais nobre do famoso bairro, o mais badalado de Campos do Jordão, mas está no início do caminho para o Horto Florestal, a nova pegada ecológica da cidade.

Idealizado com bases fortes de sustentabilidade tem como premissa um conceito ambiental, pois houve o máximo de respeito ao terreno natural e à preservação da vegetação. No entanto, o diferencial fica por conta da sustentabilidade. O modelo de negócio adotado reduz sensivelmente o consumo energético com alta tecnologia, faz de maneira consciente e calculada o reuso da água e incentiva o convívio racional.

As opções de hospedagem podem ser em confortáveis apartamentos e ou em belos bungalows. Para os apreciadores de um bom vinho, o hotel tem uma adega Grand Cru com rótulos de várias partes do Brasil e do mundo. Totalmente integrado ao imenso bosque de araucárias centenárias que são destacados com iluminação especial, o Spa é um dos espaços mais queridos do Quebra Noz.



Website: http://quebranoz.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »