18/10/2019 às 11h07min - Atualizada em 18/10/2019 às 14h58min

Vai dar m****, mas eu vou mesmo assim, a tendência do uso de palavrões bombando no mercado literário

As estantes das livrarias e as listas de best-seller estão repletas de livros com xingamentos "inofensivos" em seus títulos. Seja "A sutil arte de ligar o F***-se" de Mark Manson ou "Vai dar m****, mas eu vou mesmo assim", o livro mais recente da escritora Liliane Ribeiro, entra em cena o uso de uma iguaria linguística por muito tempo suprimida.

DINO
https://www.amazon.com.br/Vai-Dar-Merda-Mesmo-Assim/dp/1084131455

Caso vocês tenham passeado pelos corredores de uma livraria recentemente, provavelmente perceberam que os palavrões estão por toda parte. Embora não seja um fenômeno inteiramente novo os palavrões ocupam em maior escala os títulos de auto ajuda.
Um dos títulos mais badalados dos últimos anos com cinco milhões de cópias que não sai das vitrines é o livro de Mark Manson, "A Sutil Arte De Ligar o F***-Se".
Mas por que os leitores se amarram nesse tipo de chamada?

Por um lado, eles chamam a atenção, em parte porque o padrão da indústria é usar um disfarce fofo para não exibir uma bomba com raras exceções, como o recente livro "Vai dar m***, mas eu vou mesmo assim" da escritora Liliane Ribeiro.
"O título do meu terceiro livro chama a atenção das pessoas, e não é incomum ver o sorriso nos rostos delas ao lerem a capa, basicamente meus leitores são mais liberais e de mente aberta. Pelo menos ainda não tive reclamações, não muitas (sorrisos)."

Para a agente literária Laura Yorke, que representa John Kim, autor do livro "I Used To Be a Miserable F*ck" , há uma divisão entre gerações que impulsiona o sucesso desses livros. "Para leitores mais conservadores títulos assim ainda serão um problema, então estamos falando de livros destinados a trinta e poucos anos e gerações mais jovens na maioria dos casos."

"Vai dar m***, mas eu vou mesmo assim" retrata pensamentos e ações que refletem seu significado. Se você compra, se identifica, porque todo mundo alguma vez na vida faz algo que se arrepende de ter feito e nem sempre sabe como dar a volta por cima o que alimenta a identificação pessoal com a autora e a obra .

Segundo um estudo liderado pelo autor e professor de psicologia Jean Twenge das quase 1 milhão de publicações entre 1950 e 2008, Descobriu-se que os livros modernos têm 28 vezes mais chances de conter palavrões do que os livros publicados nos anos 50. Esse aumento de palavrões fugazes se correlaciona com o aumento do individualismo. "O individualismo é um sistema cultural que enfatiza mais o eu e menos as regras sociais . Assim, quando as regras sociais caíram no esquecimento as pessoas foram instruídas a se expressarem.

Mas essa é apenas metade da história. Outro motivo para a decisão dos autores e editoras de inundar o mercado com títulos nada convencionais, Liliane explica, quanto mais perto o título estiver da realidade do leitor mais fácil mantê-lo engajado na leitura - Isso significa que, ao usar uma linguagem vívida e figurativa despertamos emoções, assim como" Vai dar m***, mas eu vou mesmo assim"- cutuca o centro de tomada de decisões do cérebro. O resto é bastante simples para o cérebro: este produto evocou um certo sentimento em mim, o que o torna memorável - vou comprá-lo. Além de ser uma leitura divertida, o terceiro livro da autora recém lançado pela Amazon tem ajudado suas leitoras a superarem ansiedades e traumas.

Os livros de Liliane Ribeiro são escritos para mulheres.
"Escrevo sobre o universo feminino para entreter minhas leitoras e dar a elas algo que eles possam levar para o resto de suas vidas", explica ela. "Vai dar m****, mas eu vou mesmo assim" faz uma abordagem sem filtro de pensamentos e sentimentos vividos por todas nós".
Quaisquer que sejam as origens da tendência literária profana dos títulos, ainda haverá discussões entre os corredores das livrarias. Afinal, se um "Vai dar m***, mas eu vou mesmo assim " na capa e alguns "F" podem levar alguém a comprar livros, o que está entre as capas é o que faz com que alguém o recomende às suas amigas.



Website: https://www.amazon.com.br/Vai-Dar-Merda-Mesmo-Assim/dp/1084131455
Notícias Relacionadas »
Comentários »